Rússia vê aumento de 5 a 6 milhões de bpd na demanda por petróleo em 2021

O vice-primeiro ministro da Rússia, Alexander Novak, disse nesta segunda-feira esperar uma demanda adicional por petróleo no próximo ano de 5 milhões a 6 milhões de barris por dia (bpd), com o consumo ainda não se recuperando totalmente da pandemia de coronavírus.

“Nós esperamos ao redor de 5 a 6 milhões de barris por dia em crescimento adicional da demanda no próximo ano. Esse é um cenário otimista”, disse Novak ao canal russo de televisão Rossiya-24.

Ele afirmou que a demanda global por petróleo ainda está até 8 milhões de bpd abaixo dos níveis pré-pandemia, quando ela normalmente ficava ao redor de 100 milhões de bpd.

A Rússia e outros importantes produtores de petróleo, incluindo membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), têm cortado produção para estabilizar o mercado global, afetado pela pandemia e seus impactos sobre o crescimento.

O grupo de produtores, conhecido como Opep+, começou a aumentar a produção conforme a demanda se recupera. O grupo deve elevar o bombeamento conjuntamente em 500 mil bpd a partir de 1° de janeiro.

O acordo da Opep+ vai até abril de 2022. Novak disse que a duração do pacto pode ser ajustada caso a demanda global por petróleo se recupere mais rapidamente que o previsto.

“Mas, em geral, nós continuaremos esse trabalho conjunto com parceiros de diferentes países, uma vez que acreditamos que isso traz benefícios para nossos países”, afirmou ele.

Fonte
Money Times
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar