Potencial tem oficialmente a maior usina do Brasil e PBio amplia Montes Claros

De uma vez só, a indústria brasileira de biodiesel acabou de ganhar mais 523,7 milhões de litros em capacidade instalada. Esse número é equivalente a 5,2% de toda a base produtiva nacional que, até agora, estava em 10 milhões de litros. O salto é resultado de ampliações nas usinas de Lapa (PR) da Potencial Biodiesel e de Montes Claros (MG) que, por enquanto, ainda pertence à Petrobras Biocombustível (PBio).

Ambas tiveram novas autorizações publicadas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A maior mudança é – de longe – a da Potencial que mais do que dobrou sua capacidade atual. Com a ampliação, a usina paranaense passa a poder fabricar 900 milhões de litros de biodiesel por ano deixando todos os concorrentes comendo poeira. Atual líder do mercado, a Granol de Anápolis, pode fabricar até 558 milhões de litros de biodiesel

Fonte
BiodieselBR
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar