Postos relatam desabastecimento de combustíveis na Bahia

Nos últimos dias, a revenda de combustíveis na Bahia está enfrentando dificuldades para abastecer os postos com gasolina e óleo diesel. A informação foi revelada pelo Sindicato do Comércio do Combustíveis, Energias Alternativas e Lojas de Conveniência do Estado da Bahia (Sindicombustíveis-BA), que reúne os proprietários dos estabelecimentos. Dentre os principais problemas, está a demora na chegada das remessas dos derivados, levando motoristas a procurarem outras opções para encher o tanque. Num posto de gasolina do Largo do Papagaio, um funcionário que pediu para ter seu nome não revelado confirmou o desabastecimento. “A gente já não vende diesel aqui, só gasolina e etanol, mas de fato a carga de gasolina comum atrasou nessa semana. O pessoal vem muito por causa do preço, e tem que ir pra outro lugar”

Em outros postos procurados pela Tribuna, frentistas confirmaram a falta ou baixo estoque de gasolina e diesel. O presidente do Sindicombustíveis-BA Walter Tanuus Freitas confirmou a escassez desses derivados de petróleo, bem como a dificuldade para a chegada: algumas revendedoras pediram remessas de gasolina com antecedência, mas que só chegaram na tarde desta terça-feira (30). Outras sequer viram o caminhão tanque das distribuidoras, e já apresentam ausência de itens como óleo diesel. Tanuus argumenta que os fornecedores estariam criando dificuldades para a entrega dos carregamentos aos postos. “Há uma semana estamos recebemos reclamações quanto à dificuldade de abastecimento pelas distribuidoras e não temos qualquer informação sobre os motivos dessa restrição em vender os produtos aos postos”, disse Freitas.

Na Bahia, praticamente 100% dos combustíveis vendidos nos postos são distribuídos pela Acelen.Procurada para dar um posicionamento sobre a situação, a atual administradora da Refinaria Mataripe afirmou que entregou todas as remessas de combustível solicitadas pelas revendedoras, sem citar quantos metros cúbicos foram entregues. Já o Sindicato das Distribuidoras de Combustíveis do Estado da Bahia (Sindicom-BA) informou que esse desabastecimento é uma questão pontual causada pelo aumento na demanda pela gasolina e óleo diesel, atingindo principalmente os postos de combustíveis que não possuem contrato com nenhuma distribuidora. Entretanto, a expectativa do Sindicom é de que o desabastecimento seja resolvido até a próxima semana, com um equilíbrio maior nos estoques.

Fonte
Tribuna
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar