Replan fecha outubro com maior volume de petróleo refinado em um mês desde 2015

Com recordes na produção de derivados como propeno e diesel S-10 e o aumento na fabricação de asfalto e óleo combustível para exportação, a Refinaria de Paulínia (Replan), a maior da Petrobras, registrou em outubro a marca de 1.964.331 metros cúbicos (m³) de petróleo processados, maior volume refinado para um mês desde 2015.

Dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que o total refinado é o maior desde março de 2015, quando a planta processou 1,986 bilhão de litros de petróleo. Na comparação com o mês de outubro, o volume só é menor que o aferido em 2014 (2.146.668 m³).

“Esse volume foi possível devido à alta disponibilidade operacional das unidades de destilação e pelo aumento de participação no mercado”, informa, em nota, a Petrobras.

De acordo com a companhia, 99% do petróleo refinado em Paulínia é de origem nacional, sendo que 68,7% deles vieram do pré-sal, um recorde para a Replan.

Segundo a Petrobras, petróleos do pré-sal na Replan tem aumentado gradativamente. Em setembro, era 67,2% do total processado.

Fonte
G1
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar