Acelen e Tenenge assinam contrato para fornecimento de serviços de manutenção na parada programada da Refinaria de Mataripe

A parada programada da Refinaria de Mataripe será essencial para novas melhorias operacionais que garantirão mais qualidade na produção. O novo contrato entre a Acelen e a Tenenge prevê o fornecimento de serviços de manutenção de ponta na estrutura.

Nos últimos dias, o mercado de combustíveis nacional ganhou mais um contrato de grande porte no Brasil. Trata-se do acordo entre as companhias Acelen e Tenenge para o fornecimento de serviços de manutenção na parada programada da Refinaria de Mataripe, na Bahia. A Acelen pretende trazer mais qualidade na produção dos derivados do petróleo no prédio. Para isso, contará com a tecnologia de ponta da Tenenge durante o desenvolvimento do projeto.

A planta de processamento e beneficiamento dos derivados do petróleo e gás natural está passando por um projeto de modernização e reformas estruturais.

Com isso, a Acelen busca trazer mais qualidade na produção dos produtos e expandir ainda mais a sua presença no mercado global.

Dessa forma, os serviços de manutenção da Tenenge garantirão ainda mais qualidade operacional para alcançar esse objetivo.

“Os trabalhos da Tenenge entram na nova etapa das paradas programadas, para realização de serviços de melhoria nas unidades especiais e em diversos equipamentos, permitindo uma operação com maior eficiência energética, uma das agendas ESG da Acelen”, comentou a Tenenge em comunicado.

Acelen está há apenas alguns meses comandando a Refinaria de Mataripe, mas busca aproveitar momento para expandir presença no mercado

Para recordar, a Refinaria de Mataripe e seus ativos logísticos, incluindo o Terminal de Madre de Deus, foram vendidos pela Petrobrás em 2021 para o grupo Mubadala, dentro do plano de desinvestimento da estatal.

No entanto, durante o mês de dezembro de 2021 a Acelen, criada pelo Mubadala Capital e subsidiária de gestão de ativos da Mubadala Investment Company, assumiu o controle da refinaria.

Desde então, ela vem investindo em estratégias de expansão da Refinaria de Mataripe no mercado nacional. O contrato de fornecimento de serviços de manutenção com a Tenenge é apenas parte desse projeto.

Ao longo do mês de outubro, a Acelen anunciou o início da venda do butano para o mercado brasileiro, seguindo a estratégia de expandir a atuação da empresa a partir da diversificação da sua linha de produção.

Fonte
ClickPetroleoeGás
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar