Suécia testará gasolina “renovável” para reduzir emissões em 90%

A Suécia testará um novo tipo de gasolina que promete reduzir as emissões em até 90% se comparada com a gasolina tradicional. O projeto é da empresa Neste, sendo a maior produtora de diesel renovável e combustível de aviação renovável do mundo.

Embora a eletrificação esteja em curso na Europa, com aceleração na troca de carros a combustão por elétricos, a necessidade de se obter combustíveis mais limpos se faz porque a União Europeia tem meta de reduzir em 55% a emissão até 2030.

Assim, ela fará pressão sobre os fabricantes de combustíveis para torná-los mais limpos. O motivo é que no fim da década, 60% dos carros em circulação na Europa serão movidos por combustíveis fósseis, incluindo gasolina e diesel. Neles ainda são incluídos híbridos e híbridos plug-in.

Então, essa frota ainda permanecerá em circulação por muito tempo depois disso, sendo assim necessário combustíveis cada vez mais limpos. No caso dessa gasolina “renovável” da Neste, nos testes ela já retém 65% das emissões, mas a meta da empresa é chegar a 90%.

Segundo a empresa, 75% do conteúdo do produto é de origem orgânica, enquanto o restante vem da gasolina comum. Com ela, a Neste pretende iniciar os testes com a nova gasolina muito em breve.

Na Europa, alguns fabricantes de combustíveis e mesmo montadoras apostam em combustíveis sintéticos ou biocombustíveis para reduzir as emissões, como o recebe Blue Diesel ou a gasolina sintética da Audi.

Nesse último, o processo produtivo não é só neutro em carbono, mas ele extrai o próprio CO2 da atmosfera para o processo químico, cuja energia provém de usina eólica.

Para 2030, a União Europeia dará um foco especial na comercialização de produtos como biodiesel, gás natural, gasolina sintética e hidrogênio, para reduzir as emissões da frota atualmente em circulação, especialmente no setor de transportes, onde os níveis são mais elevados.

Fonte
fecombustíveis
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar