ANP vai lançar programa para monitorar qualidade do biodiesel

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vai passar a acompanhar mais de perto a qualidade do biodiesel consumido pelos brasileiros. Batizada de Programa de Monitoramento da Qualidade do Biodiesel (PMQBio), a iniciativa ainda terá que passar por um processo de consulta pública para detalhar como será feito esse acompanhamento. A permissão para que o processo seja iniciado foi dada hoje (04) pela diretoria colegiada da agência reguladora

O novo programa se inspira no Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis (PMQC) que a ANP realiza desde 1998 para acompanhar a qualidade dos combustíveis – diesel, gasolina e etanol hidratado – em grande parte do território nacional.

A ideia é o programa colete amostras de biodiesel em usinas e distribuidoras e as submeta a análises feitas por laboratórios cadastrados para a identificação de não conformidades. Os números serão consolidados e publicados de forma semestral permitindo o acompanhamento da qualidade do biodiesel.

Qualidade

A mistura de biodiesel ao diesel fóssil é obrigatória desde 2008 no Brasil. No começo deste mês, o patamar de mistura foi elevado de 12% para 13%. A previsão legal é que mistura deverá chegar a 15% até março de 2023.

Para abrir caminho para uma nova série de aumentos da mistura obrigatória. A especificação do biodiesel passou por um processo de revisão em agosto de 2019. Além disso, associações do setor lançaram padrões de qualidade voluntárias.

A minuta de resolução que deverá criar o PMQBio e os detalhes sobre a consulta pública deverão ser divulgados pela ANP nos próximos dias.

Fonte
BiodieselBR
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar