Refinaria irá dobrar sua produção para 4.000 bpd no Polo de Camaçari, na Bahia

A Dax Oil Refino, a primeira refinaria privada da Bahia, comunicou que irá dobrar sua produção de barris de petróleo. A fábrica, localizada no Polo de Camaçari, é considerado o maior polo industrial do estado da Bahia. A empresa disse que sua produção passará a ser de 4.000 bpd, ante os 2.500 bpd produzidos. A Dax Oil Refino já prevê aumento para 2021. A refinaria produz gasolina“A”, óleo diesel, óleo combustível, parafina e solventes.

Francisco Carlos Carvalho, diretor da empresa diz que “A ampliação já está concluída e estamos aguardando a vistoria da Agência Nacional de Petróleo (ANP)”. O diretor ainda disse que a empresa pensa em aumentar para 8.000 bpd para o ano que vem. Segundo Francisco, o investimento estimado da empresa é de R$ 50 milhões e com isso, pode gerar 50 novas vagas de emprego no Polo de Camaçari, sendo que somarão as 282 vagas de emprego diretas e indiretas.

O diretor ainda disse: “A ampliação da nossa capacidade de refino visa, principalmente, atender ao aumento da oferta de petróleo que é produzido pelos produtores independentes, que deverá ocorrer após a venda/leilões dos campos maduros pela Petrobras”. Ele ainda ressaltou que “a possibilidade de maior aquisição de petróleo, consequentemente, contribui para a geração de mais emprego e renda para o município de Camaçari e para o Estado da Bahia”.

João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia, disse que “Os benefícios que essa ampliação trará são, sem dúvida, muito importantes para a região. Estamos vivendo uma crise mundial e ter novos investimentos em vista é de extrema relevância”.

A empresa de refino de petróleo irá agregar mais 50 novos empregos diretos e indiretos aos atuais 79 postos de trabalho diretos, 53 terceirizados e 150 indiretos.

O diretor, quando questionado sobre o projeto de ampliação, disse que “Hoje, nossa planta tem capacidade instalada/autorizada pela ANP para refinar 2.500 bpd. Com a ampliação que já está concluída para mais 1.500 b/d, totaliza 4.000 bpd”. Ainda completou “O projeto atual está concluído e deverá entrar em operação tão logo a ANP faça a vistoria final. Após essa liberação, iremos iniciar uma nova revamp para mais 8.000 bpd, passando a ter uma capacidade instalada de 12.000 b/d, prevista para entrar em operação no segundo semestre de 2021”.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar