Produção de diesel na Refinaria Duque de Caxias é parcialmente paralisada

Empresas de ônibus que atuam no Estado do Rio já classificam como preocupante a paralisação parcial de produção e distribuição de diesel na Refinaria Duque de Caxias (REDUC), na Baixada Fluminense. Consórcios já fazem a previsão de dificuldades para manter a circulação de coletivos já no fim de semana.

De acordo com a Petrobras, o equipamento de uma unidade de hidrotratamento, um dos processos mais utilizados no refino de óleos pesados e resíduos, apresentou problemas operacionais. Para continuar com a distribuição do combustível no Rio de Janeiro sem maiores prejuízos, a Petrobras realiza movimentações de diesel por meio de navio e dutos da Refinaria Gabriel Passos, em Betim, Belo Horizonte.

De acordo com funcionários da REDUC, a situação ocorre há cerca de duas semanas.

A Petrobras não informou a previsão para normalização da produção na Refinaria Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ainda não há informações sobre impactos em outros estados.

O RioÔnibus, sindicato dos consórcios que atuam nas linhas de coletivos municipais na capital fluminense, disse que se a distribuição do combustível não for normalizada nos próximos dias pode haver dificuldades em manter a circulação durante o fim de semana. De acordo com o sindicato, a Prefeitura do Rio já foi avisada.

A Fetranspor, entidade que representa 184 empresas de transporte de passageiros no Estado, afirma que desde a última semana as empresas não estão tendo os pedidos de compra do combustível atendidos integralmente pelas distribuidoras e há risco de redução na circulação dos ônibus ou até mesmo paralisação. Segundo a federação, o Detro e a Secretaria Estadual de Transportes já foram informados sobre a situação.

O Detro, responsável por fiscalizar o transporte intermunicipal no Estado do Rio, disse que acompanhará a questão e vai monitorar a continuidade do serviço prestado à população. A BandNews FM tenta contato com a Prefeitura do Rio.

Fonte
BiodieselBR
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar