Petrobras e Cade chegam a acordo sobre Abreu e Lima: refinaria precisa ser vendida até o fim de 2022

A direção da Petrobras e o comando do Cade entraram num acordo sobre a venda da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

O prazo máximo dado pelo Cade era 30 de outubro. Mas a última tentativa de venda fracassou em agosto, quando as duas candidatas — ambas empresas da Índia — desistiram de fazer uma oferta no momento final do leilão.

Agora, a Petrobras tem até o fim de 2022 para tentar se desfazer do negócio.

Num ano eleitoral, coalhado de incertezas, não será um processo simples, mesmo sendo a refinaria mais moderna da estatal.

Fonte
FeCombustíveis
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar