Governo norueguês encerra greve de gás e petróleo

O governo norueguês interveio nesta terça-feira (5) para encerrar um conflito entre trabalhadores e empresários no setor de energia, depois que os patrões do setor de gás alertaram que as greves poderiam reduzir as exportações em mais da metade.

A greve começou nesta terça-feira e forçou a suspensão das operações em três campos de petróleo e gás no Mar do Norte.

“Na situação atual, a escalada anunciada é crítica, tanto por causa da crise energética quanto pela situação geopolítica em que nos encontramos na Europa, com uma guerra”, disse a ministra do Trabalho, Marte Mjos Persen, em comunicado.

O texto indica que o governo encaminhou as partes para um conselho salarial e encerrou a greve.

Desde que as entregas de gás russo para a Europa diminuíram devido à guerra na Ucrânia, a Noruega se tornou a principal alternativa para muitos países da região.

Segundo maior fornecedor de gás natural da Europa, a Noruega vem se esforçando nos últimos meses para produzir em plena capacidade e suprir com a demanda dos países europeus que buscam acabar com a dependência do gás russo.

Fonte
EstadodeMinas
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar