Brasil anuncia aumento da produção de petróleo em 10% para ajudar a estabilizar preços

O Brasil vai aumentar a produção de petróleo em cerca de 10% em uma ação para tentar ajudar na estabilização do mercado internacional de petróleo. A informação foi dada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, em reunião ministerial da Agência Internacional de Energia (AIE), em Paris.

Aos demais ministros, o brasileiro informou que o país deve aumentar a produção em cerca 300 mil barris de petróleo por dia. Em janeiro, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o país produziu média de 3,032 milhões de barris diários. No acumulado de janeiro, a produção brasileira somou 94 milhões de barris.

Na reunião, Bento Albuquerque defendeu que a transição energética para uma matriz mais limpa – com menos combustíveis fósseis e mais renováveis – “deve avançar de mãos dadas com a segurança energética”. A guerra na Ucrânia e a consequente disparada dos preços do petróleo reafirmaram a dependência do planeta das fontes fósseis – e poluentes – de energia.

Segundo a AIE, o Brasil terminou o ano de 2021 como sétimo maior produtor de petróleo do mundo, com média próxima de 3 milhões de barris diários. O ranking é liderado pelos Estados Unidos, com cerca de 16,6 milhões de barris diários, seguido por Rússia, Arábia Saudita, Canadá, China e Iraque. Graças ao pré-sal, o Brasil é o maior produtor da América Latina, à frente do México e Venezuela – tradicionais produtores da região.

Fonte
FeCombustíveis
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar