Acelen reduz diesel e gasolina, mas preços seguem em alta no mês de outubro

A Acelen, que controla a Refinaria de Mataripe, na Bahia, privatizada pela Petrobras no final do ano passado, reduziu o preço do diesel entre 2,5% e 6,1% a partir deste sábado, e a gasolina em cerca de 5% em relação à semana anterior, dependendo do mercado atendido. No mês de outubro, porém, os combustíveis acumulam alta de 13,8% e 7,3%, respectivamente.

A Acelen realiza reajustes semanais dos combustíveis, ao contrário da Petrobras, que mantém o preço da gasolina congelado há 50 dias e do diesel há um mês. A diferença dos preços praticados pelas duas empresas caiu para 8%, no caso do diesel, que antes da redução de preços deste sábado era de 17%. Já na gasolina, a diferença caiu para cerca de 9%, contra 18% antes da queda do preço pela refinaria baiana.

A Petrobras justifica a falta de reajustes pela alta volatilidade atual do preço do petróleo no mercado internacional, apesar de ter realizado sucessivas quedas assim que o preço do petróleo cedeu em setembro. Já a Acelen informa que “os preços dos combustíveis seguem critérios de mercado, que levam em consideração variáveis como custo do petróleo, que é adquirido a preços internacionais, dólar e frete, podendo variar para cima ou para baixo.”

Fonte
GZH
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar